Início > Contos, Festas, Jogos Mortais, Relacionamentos, Sexo > Jogos Mortais – Chapter 1

Jogos Mortais – Chapter 1

O dia é sexta-feira, a hora estava chegando, o lugar é qualquer um. Para ele não importa nem onde, nem quando ou porque, só a quantidade do dia. No começo da manhã, no encontro dos pops tops, ele sempre vence, e leva a bolada. Não dinheiro, mas o título e popularidade.

Cai na noite, vai pra gandaia, muda de região, analisa calmamente. Então, escolhe a casa e entra no salão. Enquanto pede seu drink, visualiza a sua volta, escolhe a primeira vítma. Se aproxima, joga seu olhar 51, conta uma história, ela acredita, rouba um beijo, e pronto, o resultado já não é mais zero.

E assim o tempo passa, os dias correm, e a coleção aumenta. Coleção especial, número exorbitantes, de corações partidos, que para ele, não são nada mais que rostos e figurinhas repetidas, meros objetos descartáveis.

Até que um dia, ele conhece ela. Morena, altura pouco abaixo dele, lindos olhos cor-de-mel, boca pequena, mas lábios vermelhos carnudos, em seu pequeno vestido preto. Ótimo. Sem pensar ele se aproxima, joga então o olhar 27, conta uma história, e pronto, ele caiu na dela. Minutos depois, estavam no carro, a caminho da casa, dele.

A noite segue, a magia acontece e pela primeira vez, ele acha tudo fantástico. Um último beijo, e o sono ganha o resto da noite. Quando desperta, está sozinho, e ao seu lado, uma rosa e um bilhete…. “Obrigada pela noite maravilhosa!”

Passa uma semana, ele liga pra ela. Não atende. Minutos depois tenta, e agora é caixa postal. Os dias vão passando, e as tentativas vão seguindo, até que ele desiste.

Um dia, ele vai ao bar, com os colegas de trabalho, e sem querer a vê. No mesmo instante, vai até ela. Puxa conversa, pergunta sobre as ligações, pede para sairem novamente. Ela, calmamente, se vira, olha e diz:

“Acorda querido! Foi apenas uma noite de diversão.
Só uma noite de diversão. Parte pra outra querido!”

E diante de seus olhos, ela levanta, beija o rapaz ao lado dela e saem pelo saguão.

Anúncios
  1. março 3, 2008 às 1:24 pm

    Bom, eu acho até normal, já que as mulheres hj em dia tb fazem isso…fases, sempre fases!!!

    É triste q isso aconteça, mas é bem comum…a gente vive querendo aquilo que não pode ter, não é???

    Espero q essa seja só uma história, q não tenha sido contigo….rsrsrs

    Bjos, adoro vc…saudade!!!

  2. março 2, 2008 às 11:05 pm

    Tenho um amigo q aconteceu exatamente isso! rs so q ele nem chegou a encontra-la novamente, ela praticamente falou isso por telefone p ele!
    ele nao acreditava! rs eu achei graça, o feitiço sempre vira contra o feiticeiro.
    Mas é triste q os dois lados façam isso, e ao mesmo tempo, o amor é isso, procura, nem sempre vai dar certo. E so vamos saber se procurarmos.
    achei o titulo do post perfeito!
    Beijos!

  3. março 2, 2008 às 6:53 pm

    Ai que triste… será que isso também vai acontecer comigo?!?!?! É certo que vai!

  4. fevereiro 29, 2008 às 9:34 pm

    É até triste!
    Mulheres sabem como machucar tbém.
    E me lembrou o velho ditado do cuspir pro alto e cair na cara…
    Abraço forte. Bom fim de semana!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: