Início > Contos, Geral, Palavras ao vento..., Relacionamentos > Palavras ao Vento… Um fim…

Palavras ao Vento… Um fim…

1ªParte2ªParte3ªParte5ªParte

Naquele sábado, acordou cedo e tomou um banho. Já fazia pouco mais de um mês que estavam namorando, e, como em todo relacionamento recente, dois dias de distância já deixa saudades. Alás, tudo parecia maravilhoso, tudo era lindo, o céu era cor-de-rosa, a vida parecia ter mais gosto, e, como em todos os outros dias, ele estava ansioso para encontar Mariana.

Ainda lembrava do fim de semana anterior…

Cristian e Mariana se encontraram no metrô Paraíso, e fazia uma linda tarde de sexta. Ele não foi trabalhar, tinha tirado o dia de folga pelo feriado em que havia trabalhado. Ela, por sua vez, estagiava de manhã, e havia acabado de sair do trabalho.

De mãos dadas, foram caminhando pela Av. Vergueiro, aproveitando cada momento do passeio, sempre regado de muitos sorrisos, afagos e mimos, de ambos um com o outro.

Em determinado momento, ele viu que já eram quase 2hrs da tarde, e se lembrou que ela ainda não havia almoçado.

Conversando, foram caminhando até o Shopping Paulista. Lá decidiram juntos, almoçar no Pizza Hut, onde ele se ofereceu para pagar a conta, e ela apenas aceitou agradecendo logo em seguida. Pouco mais à frente, por sorte, havia música ao vivo no salão principal, onde o cantor naquele momento cantava My girl.

Sentaram-se lado a lado, e por alguns instantes ela apenas contemplou a música, com seus olhos bem arregalados observando Cristian, enquanto o pegava pela mão. E assim ficaram até que a música terminou, quando ela disse ao ouvido do namorado.

– Gosto dessa música.

– Também a acho muito bonita.

– Então será assim. Esta será a nossa música.

E se beijaram.

Após o almoço, voltaram ao passeio, andando pela Paulista até chegar em uma loja onde ela comprou mais algumas canetas. Ele apenas a acompanhava, segurando as sacolas das compras dela. Ao sair da loja, já eram pouco mais das 4hrs e entraram no metrô mais próximo, indo agora para a Liberdade.

Acabaram sentando juntos, e mais um beijo aconteceu, este agora mais carregado, mais convidativo. Ao fim do beijo ela estava com a cabeça em seu peito, ele ainda de olhos fechados.

Foi então que ela se arrastou até o pé de seu ouvido e deu uma leve mordiscada no lóbulo. Ingenuidade ou não, ele apenas achou gostoso, com um calafrio que corria a espinha e que o deixou todo arrepiado. Ela então deu um beijo em seu pescoço, e a novamente a mesma sensação, agora mais forte.

– Cris… Estamos indo à Liberdade, não?

– Sim. Por que?

– Hum… Quero te levar em um lugar lá?

– Qual lugar?

– Se eu falar, vai perder a graça.

Durante toda a viagem ele insistiu para saber, e ela apenas disse que não contaria. Aos olhos de todos apenas um casal em suas brincadeiras de surpresas. Aos olhos dele, a curiosidade devorava-o fervorosamente.

Chegando a Liberdade, passaram nas lojas de costumes, onde ele, a pedido da mãe, comprou alguns produtos orientais, e ela, mais e mais canetas. Após, passaram na Padaria Itiriki, onde compraram alguns doces.

Ele ainda intrigado, não tocou mais no assunto. Ela, se divertia com a situação, achava engraçado a jeito curioso do namorado. Ambos estava ansiosos pelo que viria e logo após as compras, sairam e foram caminhar. Segundo ela, respirar um pouco do ar oriental da Liberdade, enquanto ele ainda curioso, apenas se perguntava onde seria e o que seria o tal lugar que ela disse.

Quando se aproximaram do local, ela apenas disse para que ele a acompanhasse sem falar nada. E ele assim o fez. Se aproximando do local, visualizou um grande painel de neon, onde lia-se claramente HOTEL. Indiferente continuou andando. Quando percebeu estava andando sozinho, e ela estava em frente ao predio com o neon.

– Venha cá. É aqui.

– Não estou entendendo. É aqui que você queria me trazer?

– Sim. Queria passar a tarde com você…

– É isso mesmo que você quer? Não estamos sendo muito apressados? Se for por minha causa, ainda podemos esper…

– Xiu! – fez com um dedo sobre seus lábios – Sim, é isso que eu quero…

Ela o puxou e deu-lhe um longo beijo. E ele se entregou completamente. Ao fim entraram….

Kira PoesiasImagem retirada de Kira Poesias

Passara tres horas juntos. Tres longas horas de carinho e amor. Era a primeira vez dele, não dela. E ele simplesmente achou tudo maravilhoso.

Ainda se lembrava daquele lugar, da sensação do toque, de cada momento de amor e prazer.

Quando terminou de se arrumar, foi até o ponto de encontro. Sempre no mesmo lugar, junto aos bancos da estação Sumaré, no sentido da Brigadeiro, na ponta do lado sul da estação. A cada dia que passava com ela, sentia-se cada vez mais apaixonado. Cada sorriso causado nela, era como um troféu, guardado e cuidado com carinho e dedicação.

Ao chegar na estação, lá estava ela sentada no ponto de encontro, como em todos os outros encontros. Ao ve-lo ela se levantou e apenas lhe deu um beijo na maçã da face. Ele ainda achou estranho mas entendia que alguns dias, as mulheres em geral podem ter seus ânimos alterados. Então segurou-a pela mão, puxando junto ao seu corpo. Ela apenas se deixou levar.

– Para onde vamos hoje?

– Na verdade, hoje eu não estou afim de sair.

– Quer ir para sua casa ou para a minha?

Continua…

Anúncios
  1. amandovoce
    junho 16, 2010 às 1:42 am

    Muito bom o post!!! mas vejo que faz tempo qu nao escreve, tá igual o meu… abandonado!
    bjs

  2. abril 26, 2010 às 11:21 pm

    rá! achei o caminho de volta!
    como está a vida?rs…
    beijocas!

  3. abril 22, 2010 às 12:59 am

    Love it!

  4. março 17, 2010 às 1:13 am

    Querido Alec, eu retirei a imagem do Google, como menciono no meu texto.
    Muito bom o teu texto…

    Um abraço com carinho!

  5. Delayla Taylor
    março 14, 2010 às 5:28 pm

    Continua é uma palavra chata e poderosa.

    Saudades… Bj.

  1. julho 13, 2010 às 6:51 pm
  2. julho 13, 2010 às 6:48 pm
  3. julho 13, 2010 às 6:46 pm
  4. julho 13, 2010 às 6:45 pm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: